Todos convênios:

  • Procedimentos/exames realizados em leito,  CTI ou em caráter de urgência, devem ser informados ao faturamento do hospital, através do pedido médico, antes da alta do paciente; caso contrário o hospital não conseguirá incluir e consequentemente a cooperativa não possuirá autorização para cobrar o que foi realizado.
  • Procedimentos/exames, que contenham cobrança de cirurgião e auxiliares devem ser cobrados na mesma guia. (tanto para paciente ambulatorial-GUIA de SADT campo 49, quanto para paciente internado-GUIA DE HONORÁRIO INDIVIDUAL campo 30).

Sugerimos que o cirurgião fique responsável pelo processo da entrega. As guias deverão estar  com os campos obrigatórios preenchidos (em anexo).

Importante anexar descrição cirúrgica. Também deverá constar o grau de participação, 00 para cirurgião, 01 para 1º auxílio, 02 para 2º auxílio, etc, as vias de acesso quando mais de um procedimento ou cobrança de quantidade maior que 1.

Ressalva: Se um dos médicos não for cooperado, possuir credenciamento direto com o convênio ou ainda receber diretamente do hospital, gentileza sinalizar na guia.

Entendemos de que desta forma, todos serão beneficiados. Diminuiremos a impressão de folhas, a digitação/faturamento e conferência serão realizados de uma única vez e os convênios estarão com as informações completas, evitando glosas.

 Convênio AMIL:

  • As visitas dos médicos especialistas que estiverem acompanhando o paciente, devem ser informadas ao faturamento do hospital, através do pedido médico, antes da alta do paciente, para que sejam solicitadas/autorizadas junto ao convênio, para posterior cobrança do ato médico.

Permanecemos a disposição.